CONTEÚDO PARA SUA RÁDIO. INSPIRAÇÃO PARA SUA REGIÃO!

Imagem
Educação Empreendedora busca auxiliar os estudantes para a entrada no mercado de trabalho e na criação do próprio negócio, ajudando na quebra de paradigmas 
 
Promover o espírito empreendedor na sociedade é um dos caminhos para o desenvolvimento econômico local, ajudando na criação de soluções inovadoras para problemas comuns. A Prefeitura de Ubiratã, no Centro Ocidental do Paraná, pensando em estimular o empreendedorismo já na infância, desenvolveu em parceria com o Sebrae e as escolas municipais da cidade o projeto Educação Empreendedora.
 
Com uma sociedade que exige cada vez mais pessoas autônomas, com múltiplas competências e que saibam trabalhar em equipe, a iniciativa de Ubiratã proporciona aos alunos da rede municipal de ensino conhecimentos acerca de princípios básicos de empreendedorismo, tais como legislação, obrigações, tributações, entre outros. O projeto atende ao objetivo nº 4 dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), de assegurar a educação inclusiva e equitativa de qualidade, promovendo oportunidades de aprendizagem ao longo da vida para todas e todos. Os ODS foram instituídos pela Organização das Nações Unidas (ONU) para a Agenda 2030.
 
O programa visa capacitar os jovens, ajudando na quebra de paradigmas para que eles consigam ascender profissionalmente, sendo que a educação é a principal ferramenta para que isso aconteça. O Sebrae desenvolveu o Jovens Empreendedores Primeiros Passos (JEPP), em que são ministrados nove cursos, sendo um para cada ano do ensino fundamental. Em Ubiratã são aplicados cinco cursos, sendo eles: O mundo das ervas aromáticas; Temperos naturais; Oficina de brinquedos ecológicos; Locadora de produtos; e Sabores de cores, todo com uma média de 20 horas/aula.
 
A iniciativa apresenta como principais eixos o desenvolvimento de características do comportamento empreendedor, sustentabilidade, ética, cidadania, inovação e cultura da cooperação, além da estrutura do plano de negócio. A abordagem e linguagem são adequados de acordo com as idades dos alunos, conforme o tema de cada ano. Os professores também foram capacitados para ministrarem as aulas.
 
Entre os principais resultados estão a diminuição da evasão escolar, além de aumento na nota média nas disciplinas de português e matemática quando comparado com outras escolas que não aplicaram o programa. Os bons resultados garantiram à iniciativa o Certificado de Reconhecimento do Prêmio Gestor Público Paraná (PGP-PR) 2017, uma das premiações mais importantes desse segmento no país. Saiba mais sobre essa iniciativa no Banco de Projetos da premiação.
 
Prefeito de Ubiratã, Haroldo Fernandes, recebe o Certificado de Reconhecimento
pelo projeto Educação Empreendedora
 

Ouça o áudio: